Rio de Janeiro Com 5 mortos, operação na Maré (RJ) interdita vias expressas e fecha UFRJ, escolas e postos de saúde

Com 5 mortos, operação na Maré (RJ) interdita vias expressas e fecha UFRJ, escolas e postos de saúde

Reitoria suspendeu aulas na Cidade Universitária por causa dos confrontos e da interdição da linha Vermelha

  • Rio de Janeiro | PH Rosa e Victor Tozo*, do R7, com Record TV Rio

Motoristas se protegeram atrás de mureta da linha Vermelha durante tiroteio

Motoristas se protegeram atrás de mureta da linha Vermelha durante tiroteio

Reprodução/Record TV Rio

Na manhã desta segunda-feira (26), uma operação no Complexo da Maré, na zona norte do Rio, deixou cinco pessoas mortas, fechou as linhas Amarela e Vermelha e levou a UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e 35 escolas da região a cancelar as aulas.

Segundo a Polícia Militar, a ação teria como objetivo coibir a investida de uma facção criminosa contra um grupo rival na área.

Cerca de 120 agentes do Bope (Batalhão de Operações Especiais) e da Core (Coordenadoria de Recursos Especiais) atuam na Vila do João e na Vila dos Pinheiros. Incursões também foram relatadas nas comunidades da Serrinha, em Madureira, e do Dendê, na ilha do Governador.

Cinco pessoas apontadas como suspeitas foram feridas na troca de tiros e encaminhadas ao Hospital Federal de Bonsucesso, mas não resistiram, de acordo com a polícia. Outras 20 foram presas.

Durante a ação houve também a apreensão de sete fuzis, oito pistolas, uma réplica de arma de pressão/ar comprimido, uma granada, aproximadamente 1 tonelada de maconha, 50 pés de maconha, 48 frascos de lança-perfume e 20 carros e motocicletas roubados recuperados.

Militares do 22º BPM (Maré) e do BPVE (Batalhão de Policiamento em Vias Expressas) chegaram a interromper o trânsito na linha Vermelha. Imagens da Record TV flagraram motoristas que  deixavam o veículo e se escondiam atrás das muretas de proteção da via.

O COR (Centro de Operações Rio) informou que a via, assim como a linha Amarela, estão liberadas, mas que possuem bloqueios intermitentes. A avenida Brasil é a melhor alternativa para os motoristas.

Por volta das 11h30, a linha Vermelha ainda apresentava retenções no sentido centro, na altura do Galeão. Já a Amarela tinha bom trânsito em ambos os sentidos.

O tiroteio causou o fechamento de 35 escolas na região da Maré, de acordo com a Secretaria Municipal de Educação. As unidades estão prestando atendimento remoto, segundo a pasta. A UFRJ também suspendeu as aulas no campus da Cidade Universitária, na ilha do Fundão, por causa da operação.

O Centro Municipal de Saúde Vila do João e as clínicas da família Augusto Boal, Adib Jatene e Jeremias Moraes da Silva também tiveram o funcionamento interrompido, conforme informações da Secretaria Municipal de Saúde.

* Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas