Rio de Janeiro Comerciante é preso por abusar de menores e pagar R$ 70 por encontro

Comerciante é preso por abusar de menores e pagar R$ 70 por encontro

Polícia investiga se as vítimas são as mesmas fotografadas por um alemão preso na quinta-feira (13) em um bairro da zona oeste do Rio

  • Rio de Janeiro | Ana Beatriz Araújo, do R7*, com Record TV Rio

Um comerciante de 65 anos foi preso em flagrante suspeito de abusar de menores em Bangu, na zona oeste do Rio. As investigações apontam que ele pagava R$ 70 a cada encontro com as vítimas.

Homem pagava R$70 para abusar das vítimas

Homem pagava R$70 para abusar das vítimas

Reprodução/Record TV Rio

De acordo com a polícia, os abusos aconteciam dentro do estabelecimento do suspeito. No momento da prisão, os agentes encontraram uma menina de 13 anos e um homem mais velho que também foi preso.

Na delegacia, a vítima contou que mantinha relações com o dono do bar há cinco meses e sempre recebia dinheiro após os encontros.

O segundo preso é apontado como o olheiro do comerciante. Ele seria morador do local e, para compensar o favor, supervisionava os abusos sexuais.

“Segundo as vítimas, ele fazia isso por conta de um favor de dormir no local e ficava na frente do estabelecimento para vigiar a movimentação da polícia ou qualquer curioso”, afirmou o delegado Luís Maurício Armond, em entrevista à Record TV Rio.

Copacabana Palace reabre no Rio após fechar pela 1ª vez em 97 anos

O estabelecimento onde o comerciante foi encontrado fica perto do estúdio fotográfico do alemão detido na última quinta-feira (13) por filmar pornografia infantil. A polícia investiga se as vítimas também foram abusadas pelo dono do bar.

“Verificamos que havia um desdobramento de condutas parecidas com outros envolvidos, envolvendo as mesmas vítimas. Ou seja, era uma conduta disseminada na região, onde várias pessoas se aproveitavam da situação socioeconômica de suas vítimas para praticar sexo mediante pagamento.”, disse Armond.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas