Rio de Janeiro Comitê Científico do Rio recomenda retorno pleno às aulas

Comitê Científico do Rio recomenda retorno pleno às aulas

Na decisão, especialistas consideraram melhora do cenário epidemiológico na capital, com a menor taxa de transmissão

  • Rio de Janeiro | Da Agência Brasil

Rio pode retomar aulas presenciais em escolas públicas e particulares

Rio pode retomar aulas presenciais em escolas públicas e particulares

Reuters/PilarOliveira

O Comitê Especial de Enfrentamento à Covid-19 da Prefeitura do Rio de Janeiro recomendou nesta terça-feria (5) o retorno pleno das aulas presenciais em todas as unidades de ensino públicas ou particulares, nos diferentes níveis de educação. Na decisão, os especialistas consideraram a melhora do cenário epidemiológico na capital, com a menor taxa de transmissão e de hospitalizações por Covid-19, e o avanço da cobertura vacinal da população.

Ficam mantidos para a volta segura das crianças às salas de aula o uso obrigatório de máscara de proteção e a maior ventilação possível nos ambientes. “As salas de aula poderão retornar às suas configurações iniciais, recuperando a capacidade de estudantes que acolhiam no período anterior à pandemia. Casos de evasão escolar devem ser apurados por busca ativa dos alunos, atraindo-os novamente à rotina de estudos”, informa a nota.

O Comitê Científico também deliberou sobre a realização de festas de fim de ano e de grandes eventos em 2022. Na avaliação do comitê, “com o avanço do cenário epidemiológico favorável e da continuidade da adesão do carioca à vacinação, festas como o Réveillon e o Carnaval poderão ocorrer sem medidas restritivas como distanciamento e uso de máscara”.

O uso de máscara em ambientes ao ar livre, sem aglomeração, poderá ser desobrigado na cidade do Rio de Janeiro no próximo dia 15, e em 15 de novembro será a vez de a capital suspendê-lo também em ambientes fechados. Em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, o uso do acessório deixou de ser obrigatório hoje.

Últimas