Rio de Janeiro "Compramos muito barato”, diz Crivella sobre novos equipamentos 

"Compramos muito barato”, diz Crivella sobre novos equipamentos 

Cerca de um milhão de EPIs e 306 respiradores foram trazidos da China nos últimos dois dias; Prefeito esperar abrir todos os leitos de covid em 10 dias

Crivella recebeu os equipamentos no Galeão

Crivella recebeu os equipamentos no Galeão

Divulgação/Prefeitura do Rio

O prefeito Marcelo Crivella apresentou os equipamentos que chegaram da China na terça e na quarta-feira para equipar os hospitais da rede municipal e auxiliar no tratamento de pacientes com covid-19. Segundo ele, todo o material foi comprado ano passado com preço baixo.

Crivella calcula prazo de 10 dias para funcionamento pleno de hospitais

“Vamos ficar com nossa rede muito bem equipada. Compramos ano passado num preço muito barato e eles chegaram no momento que a gente mais precisa”, disse.
Segundo o prefeito, chegaram mais de um milhão de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), além de focos e mesas de cirurgia e raios-x digitais. Também chegaram tomógrafos e 306 respiradores que vão ser instalados em UTIs para pacientes graves de covid-19.

O segundo voo com esse material chegou no Galeão, zona norte do Rio, no final da tarde de ontem. Mais cedo, o prefeito Marcelo Crivella afirmou que a expectativa é a de que os hospitais da rede municipal para atendimento de pacientes com covid-19 estejam em pleno funcionamento em um prazo de até 10 dias devido à chegada dos novos equipamentos.

O prefeito confirmou ainda que, no total, foram adquiridos 726 respiradores pelo município. A última leva, com 420 equipamentos, está prevista para ser entregue nos dias 28, 29 e 30 de maio. Entre as unidades estão o Hospital de Campanha do Riocentro, na zona oeste, e o Ronaldo Gazzola, em Acari, na zona norte.

Assista aos vídeos da chegada dos equipamentos:

Últimas