Rio de Janeiro Coronel da PM morre após ser baleado em ataque no Rio

Coronel da PM morre após ser baleado em ataque no Rio

Comandante do batalhão do Méier é o 111º policial militar a morrer no RJ

Coronel da PM morre após ser baleado em ataque no Rio

Coronel Luís Gustavo Teixeira

Coronel Luís Gustavo Teixeira

Reprodução

O comandante do batalhão do Méier (3º BPM), coronel Luís Gustavo Teixeira, morreu após ser baleado em um ataque na tarde desta quinta-feira (26) no Lins de Vasconcelos, zona norte do Rio. Segundo informações de colegas, o agente seguia para a unidade em um carro descaracterizado e foi abordado por criminosos. O coronel é o 111º PM a morrer em 2017 no Estado.

No twitter, a Polícia Militar informou que o agente foi alvo de um atentado. O motorista do veículo também foi baleado. As informações preliminares apontam que cerca de 17 disparos atingiram o veículo.

"A polícia caminha para um colapso", diz especialista

Carro de comandante da PM foi atacado no Lins

Carro de comandante da PM foi atacado no Lins

JOSE LUCENA/26.10.2017/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

As duas vítimas foram levadas para o Hospital Salgado Filho, no Méier. O estado de saúde do motorista, que foi identificado como o cabo da PM Ney Filho, é estável. O policial foi encaminhado para o centro cirúrgico da unidade.

Segundo o COR (Centro de Operações Rio), uma faixa da rua Lins de Vasconcelos foi interditada por volta das 13h. No twitter, o COR pediu que as pessoas evitem a região. 

A DH (Divisão de Homicídios da Capital) assumiu as investigações do caso e agentes já estão no local para realizarem a perícia do veículo. 

Tiroteio em comunidade

Um intenso tiroteio assustou moradores do morro do Amor nesta tarde no Complexo do Lins. Segundo o comando da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) local, houve confrontos entre traficantes da região e policiais da unidade. O Disque-Denúncia recebeu informações de que o grupo que atacou o coronel seria desta comunidade.

Veja o resgate do comandante: