Rio de Janeiro Covid-19: Estado do Rio prorroga medidas restritivas até dia 18

Covid-19: Estado do Rio prorroga medidas restritivas até dia 18

Governo mantém suspensas atividades de casas de show, espetáculos, boates, espaços de recreação e casas de festa infantis

Resumindo a Notícia

  • O Rio de Janeiro vai prorrogar as medidas restritivas contra a covid-19 mais uma vez
  • As restrições se estendem agora até o dia 18 de maio; a prorrogação ia até o dia 10 de maio
  • Bares, restaurantes, lanchonetes e congêneres podem funcionar com até 40% da capacidade
  • Continuam suspensas as atividades de casas de show, espetáculos, boates e arenas
O Estado se mantém em situação de emergência

O Estado se mantém em situação de emergência

JOSE LUCENA/FUTURA PRESS/ ESTADÃO CONTEÚDO -13/05/2020

O Estado do Rio de Janeiro vai prorrogar as medidas restritivas em vigor por conta da pandemia da covid-19 mais uma vez. O decreto publicado nesta terça-feira (4), de nº 47.594, estende o prazo até 18 de maio. O último decreto mantinha as medidas até 10 de maio. A situação de emergência no Estado foi reconhecida em decreto no dia 16 de março de 2020.

Atividades suspensas

Continuam suspensas as atividades de casas de show, espetáculos, boates e arenas, espaços de recreação e casas de festa infantis.

Estão vedadas as rodas de samba, rodas de rima, atividades em quadras de escolas de samba e nas sedes dos blocos carnavalescos.

A visita a pacientes com covid-19 internados na rede pública e privada, também permanece suspensa.

Atividades permitidas com restrições

Bares, restaurantes, lanchonetes e congêneres podem funcionar com até 40% da capacidade de atendimento ao público, assim como os shoppings centers. As feiras livres de gêneros alimentícios devem respeitar o distanciamento de 1,5 metro entre as barracas e disponibilizar preparações sanitizantes aos clientes e feirantes.

Estão permitidas com restrição de capacidade os eventos de negócios, como feiras, exposições, eventos corporativos, congressos, encontros, seminários, conferências e workshops.

Podem também ocorrer com capacidade reduzida eventos sociais como casamentos, formaturas, confraternizações e coquetéis, bem como eventos em ambientes abertos como parques e praças.

As atividades esportivas individuais ao ar livre e as de alto rendimento estão permitidas sem a presença de público.

Salões de beleza e barbearias com agendamento dos clientes, o comércio de rua e galerias, vendedores ambulantes autorizados, hotéis e pousadas e as academias podem funcionar com até 40% da capacidade.

Museus, galerias de arte, bibliotecas, cinemas, salas de concerto e zoológicos funcionam até as 22h, com planejamento para acesso e saída do público de modo a evitar aglomerações.

O uso de máscara é obrigatório em locais públicos, como transporte coletivo, ruas, parques e hospitais, bem como em ambientes privados de acesso público, como supermercados, farmácias e agências bancárias.

Últimas