Rio de Janeiro Definição sobre aulas presenciais no ensino privado é adiada no Rio

Definição sobre aulas presenciais no ensino privado é adiada no Rio

Reunião nesta sexta-feira (3) teve a presença da Secretária Municipal de Educação, Talma Suane, que apresentou um projeto de retomada educacional

  • Rio de Janeiro | Raíza Chaves, do R7*

Prefeito busca acordo com representantes do ensino privado

Prefeito busca acordo com representantes do ensino privado

Fernando Frazão/Agência Brasil

A Prefeitura do Rio adiou a decisão sobre o retorno das aulas presenciais no ensino privado para a próxima semana. 

Veja também: Fiscalização será intensificada após flagrante de lotação em bares no Rio

Em entrevista coletiva, o superintendente de Educação da Vigilância Sanitária Flávio Graça, afirmou que a reunião nesta sexta-feira (3) teve a presença da Secretária Municipal de Educação, Talma Suane, que apresentou um projeto de retomada educacional com base nos critérios da SMS (Secretaria Municipal de Saúde).

"Todos entendem a importância de voltar às aulas com segurança. O alinhamento é de que não há distinção nenhuma entre as crianças de escolas municipais e privadas. Todas terão direitos e receberão os mesmo critérios," disse.

O plano de retomada será apresentado na quarta-feira (8) para definição da data do reinício das aulas presenciais.

Na última segunda-feira (29), o prefeito do Rio Marcelo Crivella informou que a proposta de retorno voluntário, no qual professores e pais dos alunos decidiriam sobre ir ou não à escola, não alcançou aprovação dos donos de escolas particulares, sindicato dos professores e funcionários de escolas particulares.

*Sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas