Rio de Janeiro Ex-PM envolvido no caso Marielle é condenado por posse ilegal de arma

Ex-PM envolvido no caso Marielle é condenado por posse ilegal de arma

Élcio Vieira Queiroz, acusado de dirigir o carro usado no crime, recebeu uma pena de cinco anos de prisão 

Elcio Queiroz é ex-PM

Elcio Queiroz é ex-PM

Montagem/Reprodução

O ex-policial militar Élcio Vieira Queiroz, acusado de participar do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, foi condenado por posse ilegal de arma e porte de munição de uso restrito.

Segundo a sentença, Élcio possuía duas pistolas, munições e carregadores no guarda-roupa, além de munições de uso proibido ou restrito dentro do carro, quando foi preso no dia 12 de março do ano passado, junto com o também o PM reformado Ronnie Lessa, durante a Operação Lume.

Ao todo, as penas somam cinco anos, sendo um ano e três meses por posse de armas, munições e carregadores e três anos e nove meses por porte de munições.

O juiz André Felipe Veras de Oliveira, da 32ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, determinou o cumprimento da pena em regime aberto. No entanto, Elcio continua preso em razão da prisão preventiva no processo que apura os assassinatos de Marielle e Anderson e tentativa de homicídio de Fernanda Chaves.  

*Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas