Rio de Janeiro Falso médico é identificado em UPA após erro de português em receita

Falso médico é identificado em UPA após erro de português em receita

OS responsável por contratação disse que suspeito foi excluído do quadro e teve pagamento suspenso. Polícia será acionada

Mais um falso médico foi identificado em uma unidade pública de saúde do Rio. Desta vez, o caso aconteceu na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Engenho Novo, na zona norte, e foi descoberto pela própria OS responsável pela contratação. Há uma semana, outro suspeito acabou preso pela Polícia Civil por realizar atendimentos na UPA de Realengo, na zona oeste.

Erro em receita chamou a atenção

Erro em receita chamou a atenção

Record TV Rio

De acordo com a apuração da OS Viva Rio, o suspeito se apresentou com documentos falsificados para compor a escala como cobertura de um plantão pontual devido à ausência de um dos profissionais médicos do quadro fixo.

Foram erros de português em uma receita que chamaram a atenção e aumentaram as suspeitas sobre ele, segundo informações da Record TV.

Após a identificação da fraude, o falso médico foi imediatamente excluído dos cadastros operacionais e teve o pagamento suspenso. A Viva Rio informou que vai acionar a polícia. Procurada pelo R7, a Polícia Civil informou que, até o momento, não foi registrada a ocorrência na delegacia da área.

A OS informou ainda que os pacientes atendidos pelo suspeito retornaram à unidade e foram reavaliados. 

Por meio de nota, o Cremerj (Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro) manifestou preocupação com a recorrência de casos de falsos médicos em um curto espaço de tempo.

O conselho afirmou ter encaminhado um documento esta semana para as secretarias estadual e municipais de Saúde, solicitando que os gestores realizem a revisão do cadastro dos profissionais contratados por empresas terceirizadas para atuar nas unidades públicas de saúde.

"Para o Cremerj, esta medida pode garantir a segurança dos pacientes e da boa prática médica no estado do Rio de Janeiro, portanto deve ser realizada o quanto antes e se coloca à disposição para auxiliar no que for preciso", informou o texto.

Últimas