Rio de Janeiro Filho da suspeita de envenenar enteados diz que mãe pode ter tentado matar menino de 6 anos

Filho da suspeita de envenenar enteados diz que mãe pode ter tentado matar menino de 6 anos

Em depoimento, Lucas Mariano disse que soube pelo pai que Cíntia deu querosene a seu irmão paterno, Leonardo, agora com 27 anos

  • Rio de Janeiro | Rafaela Oliveira*, do R7, com Felipe Batista, da Record TV Rio

Cíntia Mariano pode ter tentado matar menino de 6 anos de idade, mais de 20 anos atrás

Cíntia Mariano pode ter tentado matar menino de 6 anos de idade, mais de 20 anos atrás

Reprodução/Record TV Rio

O depoimento de Lucas Mariano Rodrigues, filho de Cíntia Mariano, revelou novas suspeitas contra a mulher acusada de envenenar os enteados na zona oeste do Rio. No relato, o jovem advogado diz que soube pelo pai que a mãe deu querosene ao então enteado dela, irmão paterno de Lucas.

Na época, a vítima tinha 6 anos de idade. Hoje, Leonardo está com 27 anos. O pai de Lucas informou que não fez registro do caso de mais de 20 anos atrás. 

Além de mencionar a tentativa de homicídio contra o irmão, Lucas afirmou que um ex-companheiro da mãe teria falecido mais ou menos oito anos atrás, de AVC (acidente vascular cerebral).

Cíntia Mariano está presa no Complexo de Gericinó, em Bangu, acusada de ter matado por envenenamento Fernanda Carvalho, de 22 anos, e de ter tentado matar Bruno Carvalho, de 16. Depois de o pai das vítimas ter se separado da suspeita, ela teria dito que tomou o veneno para ratos conhecido como chumbinho.

Entretanto, de acordo com o depoimento de Lucas, o médico que atendeu Cíntia afirmou que, caso ela realmente tivesse ingerido aquela quantidade de veneno, teria morrido.

Lucas postou uma carta aberta nas redes sociais, falando sobre a mãe

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas