Rio de Janeiro Flamengo aceita exigências para liberar o CT Ninho do Urubu

Flamengo aceita exigências para liberar o CT Ninho do Urubu

Clube acatou TAC (Termo de Ajuste de Conduta), apresentado pelo MP-RJ; Corpo de Bombeiros e Secretaria de Urbanismo participaram de reunião

Flamengo CT TAC

MP-RJ acompanhará como Flamengo cuidará de atletas no CT

MP-RJ acompanhará como Flamengo cuidará de atletas no CT

Tomaz Silva/Agência Brasil - 08.02.2019

O Flamengo aceitou, na tarde desta terça-feira (21), as exigências apresentadas em um TAC (Termo de Ajuste de Conduta) expedido pelo MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro), para que o CT Ninho do Urubu, em Vargem Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro, possa ser liberado totalmente.

Leia mais: Ex-funcionária acusa grife carioca de racismo e de assédio moral

Uma das obrigatoriedades do TAC é que o CT tenha nas dependências ao menos dois monitores durante a noite. Em nota, o clube informou que o MP-RJ irá “acompanhar de perto a forma como o Flamengo cuida de seus jovens jogadores”.

O acordo foi realizado em um encontro que ocorreu na Vara de Infância, da Juventude e do Idoso, no Centro do Rio. Participaram da audiência o Corpo de Bombeiros; a Secretaria de Urbanismo; a Vigilância Sanitária e o vice-presidente geral e jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee de Abranches.

A assinatura do termo, de acordo com o clube, encerra um processo aberto em 2015 a respeito das condições de alojamento dos atletas das categorias de base.

Rodrigo Dunshee afirmou que o Flamengo seguirá com as exigências do MP sem problemas.

“O Flamengo não terá problema em cumprir as exigências, uma vez que já temos o alojamento, os profissionais e toda a estrutura necessária para o dia a dia dos garotos”, disse.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Ana Vinhas