Rio de Janeiro Forças de segurança fazem operação integrada em São Gonçalo 

Forças de segurança fazem operação integrada em São Gonçalo 

Ação conta com mais de mil homens das Forças Armadas, da Polícia Civil e da PRF; helicóptero lança panfletos pedindo que população denuncie criminosos

Forças de segurança fazem operação integrada em São Gonçalo 

Forças Armadas fazem cerco ao bairro Jardim Catarina

Forças Armadas fazem cerco ao bairro Jardim Catarina

Reprodução/Record TV Rio

Mais de mil homens das Forças Armadas, da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e da Polícia Civil participam, nesta sexta-feira (2), de uma operação integrada no bairro Jardim Catarina, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio. A ação visa à desobstrução das vias de acesso e a “estabilização do território”, segundo informou a Seseg (Secretaria de Estado de Segurança).

A secretaria não informou se há mandados de prisão ou de busca e apreensão a serem cumpridos no local. Em nota informou ainda que algumas ruas e acessos ao bairro “podem ser interditados e setores do espaço aéreo poderão ser controlados, oportunamente, com restrições dinâmicas para aeronaves civis”.

Um helicóptero das Forças Armadas sobrevoou a região e lançou panfletos pedindo que a população denuncie os criminosos que atuam na região. No papel, há o número da Delegacia de Alcântara (74ª DP), que receberá as denuncias referentes à operação. 

Cerca de mil militares das Forças Armadas atuam em pontos de bloqueios no entorno do bairro. Já a PRF e a Polícia Civil participam com 70 e 100 homens, respectivamente.

Em sete meses, Rio tem 17 operações e poucos resultados

A ação realizada nesta sexta ocorre no âmbito no regime de GLO (Garantia da Lei e da Ordem) instituído em julho do ano passado em apoio ao Plano Nacional de Segurança Pública.