Justiça do RJ manda soltar Pedro Fernandes e Cristiane Brasil

Ex-secretário Estadual de Educação e ex-deputada foram presos na Operação Catarata, que investiga desvios em contratos de assistência social

Os dois foram presos no dia  11 de setembro na Operação Catarata

Os dois foram presos no dia 11 de setembro na Operação Catarata

Reprodução

A Justiça do Rio mandou soltar, nesta quinta-feira (15), o ex-secretário Estadual de Educação do Rio Pedro Fernandes e a ex-deputada Cristiane Brasil.

Os dois foram presos no dia  11 de setembro na Operação Catarata, que apura supostos desvios em contratos de assistência social no governo do Estado e na prefeitura do Rio.

Leia também: Justiça nega pedido de liberdade para filhos de Flordelis no Rio

A decisão da 5ª Câmara Criminal impõe medidas cautelares, como comparecimento mensal em juízo, recolhimento domiciliar noturno, proibição de contato social entre eles, entre outros.

A determinação se estende aos outros três investigados no mesmo processo, segundo o TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro).

A defesa de Cristiane Brasil informou que busca provar a inocência da cliente. 

*Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira