Rio de Janeiro Marcelo Crivella pede adiamento do julgamento sobre inelegibilidade 

Marcelo Crivella pede adiamento do julgamento sobre inelegibilidade 

Ele afirmou que sua equipe foi surpreendida após o advogado da Lamsa, Gustavo Alves decidir exercer seu papel no de juiz na hora da votação

  • Rio de Janeiro | Raíza Chaves, do R7*

Crivella fez um apelo ao presidente do TRE-RJ

Crivella fez um apelo ao presidente do TRE-RJ

Reprodução / RecordTV

O Prefeito Marcelo Crivella pediu nesta quarta-feira (23) o adiamento do julgamento sobre a decisão do pedido para tornar o prefeito do Rio inelegível por oito anos.

Leia mais:  Juiz do TRE que condenou Crivella defende empresa rival do prefeito

Em entrevista coletiva, Crivella fez um apelo ao desembargador Cláudio Brandão, presidente do TRE-RJ (Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro). Ele afirmou que sua equipe foi surpreendida após o advogado da Lamsa, Gustavo Alves decidir exercer seu papel no de juiz na hora da votação.

"Nós não tínhamos mais como apresentar um apelo a ele ou ao tribunal porque foi em cima da hora. Sempre que há surpresas no tribunal a gente precisa dar uma parada", disse.

Marcelo Crivella solicitou que os sete membros do quórum possam abrir espaço para os advogados do partido entrarem com petições e elas sejam analisadas.

"Em nome da Justiça eu espero que o tribunal pode abrir vista, prazo para nossa defesa, para que a gente apresente todos os argumentos para um julgamento sem essa ilegalidade, na minha modéstia opinião", comentou.

Por fim, o prefeito em exercício disse acreditar que um recurso no tribunal possa reverter a decisão, mas que por ser um advogado da Lamsa votando contra o prefeito que "retirou" a concessão da linha Amarela requer uma análise mais detalhada.

*Sob supervisão de Paulo Guilherme

Últimas