Rio de Janeiro Marcinho estava acima da velocidade em acidente, diz laudo

Marcinho estava acima da velocidade em acidente, diz laudo

Jogador seguia com velocidade entre 86 e 110 km/h, de acordo com a polícia. A máxima permitida na via, no entanto, é de 70 km

Marcinho

Marcinho

Lance! Galerias

O laudo da perícia realizada no carro de Marcinho, ex-lateral direito do Botafogo, mostra que o jogador estava bem acima da velocidade permitida no momento em que atropelou e matou duas pessoas, na praia do Recreio dos Bandeirantes, no dia 30 de dezembro.

Segundo a polícia, o jogador seguia com velocidade entre 86 e 110 km/h. No entanto, a máxima permitida na via é de 70 km.

No acidente, o jogador matou um casal de professores. Alexandre Silva de Lima morreu na hora. A mulher dele, Maria Cristina José Soares ficou internada por seis dias, mas também faleceu. Marcinho foi indiciado, na semana passada, por duplo homicídio culposo.

Em depoimento, o jogador negou que estava em alta velocidade. O jogador disse à polícia que dirigia a 60 km/hora e alegou que não prestou socorro por medo de ser linchado. Ele fugiu sem prestar socorro.

Últimas