Rio de Janeiro Menina de 5 anos morre após ser baleada em comunidade em Niterói

Menina de 5 anos morre após ser baleada em comunidade em Niterói

Familiares fizeram protesto após Ana Clara Gomes Machado, de 5 anos, ser atingida durante uma ação policial

  • Rio de Janeiro | Mariene Lino, do R7*, com informações de Quézia Oliveira, da Record TV Rio

Uma menina de 5 anos morreu após ser atingida por uma bala perdida na comunidade Monan Pequeno, no bairro Pendotiba, em Niterói, na região metropolitana do Rio, nesta terça-feira (2).

Ana Clara não resistiu aos ferimentos

Ana Clara não resistiu aos ferimentos

Reprodução/Record TV Rio

De acordo com a família, Ana Clara Gomes Machado estava brincando na porta de casa quando foi baleada no pescoço e na perna.

Leia também: Major condenado por morte de Amarildo é reintegrado à PM

Ela chegou a ser levada para o Hospital Estadual Azevedo Lima, também em Niterói, mas já chegou à unidade sem vida. A direção do hospital informou que a vítima morreu às 11h53.

A mãe da criança, Cristiane Gomes, disse à Record TV que quatro policiais militares teriam chegado atirando na comunidade, e não houve confronto com suspeitos no momento em que a criança foi atingida.

Familiares e amigos fazem protesto após morte de criança

Familiares e amigos fazem protesto após morte de criança

Reprodução/Record TV Rio

Parentes e amigos de Ana Clara fizeram uma manifestação na estrada Francisco da Cruz Nunes, próximo ao Largo da Batalha, em Niterói, para chamar a atenção para o caso. Três viaturas da PM acompanharam o protesto.

Leia também: RJ: Lancha com cinco amigos some em viagem para o Ceará

Procurada pelo R7, a Polícia Militar informou que recolheu as armas dos policiais e que o batalhão vai instaurar um procedimento apuratório interno. A corporação disse que os policiais do 12º BPM (Niterói) reagiram a um ataque de suspeitos armados na estrada do Monan Pequeno, no bairro Badu, e ajudaram a socorrer a criança para o hospital. 

Já a Polícia Civil disse que o caso está a cargo da DHNSG (Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo). Além disso, o armamento apreendido dos agentes vai passar por confronto balístico. A delegacia busca pistas que ajudem a identificar a origem do disparo.

Segundo a plataforma Fogo Cruzado, Ana Clara é quarta criança baleada no Grande Rio em 2021, sendo que duas morreram. 

*Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas