Rio de Janeiro Meninas baleadas em Queimados (RJ) estão estáveis

Meninas baleadas em Queimados (RJ) estão estáveis

Ludmila Teles, de 9 anos, e Gabriela, de 13, estão hospitalizadas desde a última quinta (6), quando foram baleadas em tiroteio 

  • Rio de Janeiro | Rafaela Oliveira, do R7*

Crianças foram baleadas em confronto entre PMs e traficantes de Queimados

Crianças foram baleadas em confronto entre PMs e traficantes de Queimados

Reprodução/Record TV Rio

As meninas Gabriela, de 13 anos, e Ludmila Teles, de 9 anos, estão internadas em estado estável. Elas estão hospitalizadas desde o último dia 6 de janeiro, quando foram baleadas em um tiroteio em Queimados, na Baixada Fluminense.

Segundo informações, as duas foram atingidas durante um confronto entre a Polícia Militar e traficantes da região, que terminou na morte de Kevin Lucas dos Santos, de 6 anos

A adolescente deu entrada no Hospital Geral de Nova Iguaçu no dia do ocorrido. Ela foi atingida na perna direita, na região da coxa, e passou por uma cirurgia de emergência. Já Ludmila Teles, de 9 anos, está no Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias. 

O corpo de Kevin Lucas foi enterrado na tarde desta sexta-feira (7), no cemitério Carlos Sampaio, no bairro de Austin, em Nova Iguaçu.

No mesmo dia do enterro, os moradores da região e familiares das vítimas fizeram manifestações. De acordo com dados do Instituto Fogo Cruzado, Kevin, Ludmila e Gabriela foram as primeiras crianças baleadas em 2022, durante uma operação policial no Rio de Janeiro. 

Segundo a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, os militares que participaram da ação prestaram depoimento e as armas foram apreendidas. As investigações estão em andamento, a perícia foi realizada no local e familiares também foram ouvidos. 

*Estagiária do R7, sob supervisão Celso Fonseca

Últimas