Rio de Janeiro Mestre Paulinho sofre sequestro relâmpago na zona norte do Rio

Mestre Paulinho sofre sequestro relâmpago na zona norte do Rio

Sambista com passagens na Beija-Flor, Vila Isabel e Viradouro teve rosto e mãos queimados depois que assaltantes colocaram fogo em seu carro

Mestre Paulinho sofre sequestro relâmpago na zona norte do Rio

Mestre ficou com ferimentos na mão e no rosto

Mestre ficou com ferimentos na mão e no rosto

Reprodução/Record TV Rio

O mestre de bateria Paulinho Botelho foi vítima de um sequestro relâmpago na noite da última segunda-feira (11), na avenida Dom Helder Câmara, em Pilares, zona norte do Rio de Janeiro. O sambista ficou sob a mira dos sequestradores por mais de 5 km.

RJ: Conselho manda MPF arquivar investigação de músico fuzilado

Paulinho foi obrigado a dirigir com os suspeitos pelos bairros de Abolição, Cascadura e Cavalcante, até chegar em Thomaz Coelho, onde  os sequestradores colocaram fogo em seu carro.

O mestre de bateria teve queimaduras nas mãos e no rosto ao tentar pegar alguns de seus pertences no banco de trás do carro.

“O cara jogou uma garrafa com gasolina, eu não vi nem ele jogar o fogo. Automaticamente saí pela minha porta, fui na porta seguinte, atrás da minha, quando eu recebi uma baforada de gasolina, como se fosse um vulcão em erupção”, disse Paulinho em entrevista à Record TV Rio.

O sambista, com passagens pela Beija-Flor, Viradouro e Vila Isabel, foi levado a um hospital particular da zona norte logo após sequestro relâmpago. Os suspeitos levaram apenas R$ 200 e o relógio de Paulinho.

Policial militar é preso com armas sem documentação em Caxias (RJ)

Em nota, a Polícia Civil informou que uma perícia foi feita no carro e que busca imagens em câmeras de segurança para identificar os dois suspeitos. A 24ª DP (Piedade) ficará responsável pelas investigações do caso.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa