Rio de Janeiro Morre criança atingida por explosão de gás na Baixada Fluminense

Morre criança atingida por explosão de gás na Baixada Fluminense

Maria Eduarda, de 5 anos, estava internada em estado grave e respirava com a ajuda de aparelhos. Outras três pessoas da família seguem no hospital

Outras três pessoas ficaram feridas no acidente

Outras três pessoas ficaram feridas no acidente

Record TV Rio

Morreu, neste domingo (29), a criança de 5 anos atingida por uma explosão de um botijão de gás em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Maria Eduarda estava internada no Hospital Estadual Adão Pereira Nunes desde o dia 25 de novembro e sofreu uma parada cardiorrespiratória.

A menina deu entrada na unidade de saúde com queimaduras de 2° grau em 55% do corpo. Seu estado de saúde era considerado gravíssimo e ela respirava com a ajuda de aparelhos.

Além dela, outras três pessoas também foram atingidas na explosão. Todas as vítimas são da mesma família.

Flordelis: Testemunha diz que mais 3 pessoas participaram de crime

Jorge Alexandre Gomes da Silva, de 8 anos, permanece no CTI (Centro de Terapia Intensiva) Pediátrico com 45% do corpo queimado. Seu estado de saúde é considerado estável.

Já Jorge Luís Pereira da Silva, de 45 anos, está em estado grave. Ele respira com a ajuda de aparelhos e está sedado no CTI (Centro de Terapia Intensiva). Ele sofreu queimaduras de 3º grau em diversas parte do corpo, inclusive no rosto.

O quadro clínico de Jéssica Gomes da Siva, de 25 anos, também é considerado grave. A jovem respira por aparelhos e está medicada. Ela sefreu queimaduras de 3º grau em vias áreas, rosto, dorso e tórax.

Ainda não há informações sobre a data e o local do enterro de Maria Eduarda. 

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas