Rio de Janeiro Morre militar baleado por PM durante confusão em boate no Rio

Morre militar baleado por PM durante confusão em boate no Rio

Vítima foi atingida na cabeça, no último dia 17, depois que policial militar fez disparos para o alto em Piedade, na zona norte

Soldado foi baleado na cabeça durante confusão

Soldado foi baleado na cabeça durante confusão

Reprodução/Record TV Rio

Morreu, nesta quarta-feira (22), o soldado Willamis Cardoso da Silva, baleado na cabeça durante uma confusão em uma boate no bairro de Piedade, na zona norte do Rio.

Willamis estava internado no Hospital Central do Exército, após ter sido ferido no último dia 17.

Naquela madrugada, houve uma briga na boate e o militar teria sido expulso do local. O tumulto seguiu do lado de fora. Para dispersar a confusão, o policial militar fez disparos para o alto, sendo que um tiro atingiu a vítima.

O PM chegou a socorrer o militar ferido para um hospital particular, onde ele deu entrada em estado grave. 

Ao prestar depoimento na 21ª DP (Bonsucesso), o policial disse que interferiu na confusão, na qual não estava envolvido, e acabou preso em flagrante. O delegado Hilton Alonso não considerou a versão apresentada pela PM de ter agido em legítima defesa porque o agente disparou três vezes.

Por meio de nota oficial, o Comando Militar do Leste se solidarizou com os familiares e os amigos do soldado.

Últimas