Rio de Janeiro Morre mulher que teve casa incendida pelo ex-namorado no RJ

Morre mulher que teve casa incendida pelo ex-namorado no RJ

Corpo de Alessandra Vaz foi enterrado em Minas Gerais; artista plástica ficou quatro dias internada em estado grave com ter 80% do corpo queimado

morte mulher queimada

Corpo da artista plástica foi enterrado em Minas Gerais

Corpo da artista plástica foi enterrado em Minas Gerais

Reprodução Record TV

Morreu a artista plástica Alessandra Vaz dos Santos, de 47 anos, que teve 80% do corpo queimado em um incêndio provocado pelo ex-namorado na Região Serrana do Rio. O corpo dela foi enterrado sob forte comoção no Cemitério da Saudade, em Poços de Caldas, Minas Gerais, no domingo (13).

"Quero pedir às autoridades que tomem providência, isso não pode continuar acontecendo. A gente vê todo dia na televisão, mas não acredita que vai acontecer com a gente. Muitas mães ainda vão sofrer com esses monstros que passam pela vida da gente e destroem tudo", desabafou a mãe da vítima, Sandra dos Santos.   

Alessandra chegou a ficar quatro dias internada em hospital particular no Rio com queimaduras graves por todo o corpo, mas não resistiu. Ela deixou um filho de 24 anos.

O crime aconteceu na última segunda (7). De acordo com as investigações, a artista plástica e uma amiga foram trancadas em um banheiro na residência em Lumiar, distrito de Nova Friburgo, pelo ex-namorado de Alessandra. O suspeito ateou fogo no imóvel e fugiu com o carro de uma das vítimas. 

Após se envolver em um acidente, o homem se entregou à polícia e confessou a autoria do crime. Ele vai responder por feminicídio e roubo. 

Veja mais: Filha de bicheiro é aguardada para depor sobre atentado no Rio

A amiga da artista plástica, Daniela Mousinho da Silveira, de 47 anos, também morreu após ter 90% do corpo queimado.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira