Rio de Janeiro MPF denuncia dois delegados da PF por crimes de corrupção no Rio

MPF denuncia dois delegados da PF por crimes de corrupção no Rio

De acordo com as investigações, agentes públicos recebiam propina para impedir que investigações atingissem empresários 

  • Rio de Janeiro | Irislayne Tavares, do R7*

Esquema protegia empresários de investigação na PF

Esquema protegia empresários de investigação na PF

Imagem de Arquivo/Agência Brasil/ 17.04.2019

O MPF (Ministério Público Federal) denunciou à Justiça dois delegados da PF (Polícia Federal), um colaborador e quatro empresários pelos crimes de corrupção e organização criminosa.

De acordo com as investigações, os delegados recebiam propina em troca de proteção a investigados no Rio de Janeiro. A Procuradoria apontou que os agentes públicos evitavam que as apurações em curso alcançassem os empresários que aceitaram entrar no esquema.

Leia mais: Rio: Polícia prende três homens suspeitos de matar contraventor

Os denunciados recebiam uma espécie de mesada para revelar informações sigilosas relacionadas a inquéritos e operações policiais.

Ainda segundo o MPF, os agentes também eram pagos para atuar na proteção dos empresários, caso houvesse investigação na Superintendência da PF-RJ (Polícia Federal do Rio de Janeiro) e em outras delegacias.

A denúncia é a primeira oferecida a partir das investigações realizadas na segunda fase da Operação Tergiversação.

Por determinação da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, a ação ocorreu no dia 15 de outubro com o cumprimento de dois mandados de prisão preventiva e 33 mandados de busca e apreensão.

Na primeira fase, realizada em maio do ano passado, os agentes desarticularam um grupo suspeito de atuar dentro da Superintendência da PF do RJ.

Procurada pelo R7, a Polícia Federal ainda não se manifestou sobre o caso.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas