Rio de Janeiro Mulher baleada em assalto a ônibus está em estado grave no Rio

Mulher baleada em assalto a ônibus está em estado grave no Rio

Patrícia Castro, de 35 anos, foi atingida no pescoço e está internada no CTI do Hospital Municipal Albert Schweitzer, na zona oeste do Rio

Uma mulher identificada como Patrícia Castro, de 35 anos, está internada em estado grave no CTI (Centro de Terapia Intensiva) do Hospital Municipal Albert Schweitzer, em Realengo, na zona oeste do Rio. 

Leia mais: Jovem de 15 anos é baleada no lugar da amiga na Baixada Fluminense

Ela foi baleada no pescoço durante um assalto a um ônibus em Madureira, na zona norte, na última sexta-feira (21).

Patrícia está em estado grave no CTI

Patrícia está em estado grave no CTI

Reprodução/RecordTV Rio

Segundo o marido de Patrícia, Anderson Castro, ela tem problema de audição e pode não ter escutado os assaltantes.

"Minha esposa não escuta muito bem. Pode ser que quando os bandidos pediram a bolsa dela, ela não tenha escutado. Quando eles puxaram a bolsa, ela deve ter segurado e não ouviu ele pedindo. Pode ser que nessa hora tenham atirado nela", disse Anderson.

Nas redes sociais, passageiros do mesmo coletivo disseram que a mulher foi baleada quando os assaltantes pegavam sua bolsa.

Uma amiga informou que Patrícia passou por uma cirurgia para a retirada da bala e segue em estado grave.

De acordo com a assessoria da Polícia Militar, a equipe do 9º BPM (Rocha Miranda) identificou três homens com atitudes suspeitas enquanto desciam do ônibus.

Ao se aproximarem, os criminosos atiraram contra os militares e fugiram em direção à Comunidade do Cajueiro. Segundo a PM, não houve revide por parte dos policiais.

Leia mais: Rio: homem é baleado em tentativa de assalto a banco na zona oeste

A equipe da Delegacia de Madureira, que investiga o caso, solicitou para a empresa de ônibus as imagens do circuito o veículo para identificar os criminosos.

*Estagiária do R7, so supervisão de Odair Braz Jr.

Últimas