Rio de Janeiro Mulher confundida com a irmã é presa no lugar dela no Rio

Mulher confundida com a irmã é presa no lugar dela no Rio

Danielle Estevão Fortes, de 26 anos, está pagando pelos crimes da irmã Daniela, de 24 anos, que, além do nome, tem características semelhantes

Erro prisão

Danielle Fortes, de 26 anos, foi presa no lugar da irmã Daniela

Danielle Fortes, de 26 anos, foi presa no lugar da irmã Daniela

Reprodução Record TV

Uma mulher foi presa no lugar da irmã em Magé, na Baixada Fluminense no Rio de Janeiro. Danielle Estevão Fortes, de 26 anos, está pagando pelos crimes da irmã Daniela, de 24 anos, que, além do nome, tem características semelhantes como cor da pele e cumprimento do cabelo. 

Leia mais: Filho da deputada Flordelis é preso durante enterro do pai no RJ

Danielle, a mais velha, é cabeleireira, esteticista e complementa a renda como garçonete. Já a irmã mais nova é acusada de ter cometido uma série de assaltos a lojas de celulares. 

Por um equívoco nas investigações, Danielle foi reconhecida como se fosse a irmã nas imagens de câmeras de segurança durante um dos delitos.

Em julho de 2018 a prisão preventiva de Danielle foi decretada pela Justiça e no último dia 7 de junho, sem saber que supostamente seria foragida, ela foi à DH da Baixada Fluminense prestar esclarecimentos sobre a morte de um parente e acabou presa. 

A defesa de Danielle já entrou com habeas corpus, mas ela ainda não foi solta.

Familiares e amigos fizeram um protesto pedindo justiça. Em entrevista à TV Record, a amiga da suposta vítima, Elaine Pereira, afirmou que Daniele está sendo injustiçada. 

“A Danielle sempre teve uma vida muito difícil, mas nunca pensou entrar na vida errada. Isso que está acontecendo é uma injustiça.” 

O irmão de Danielle, André Luiz Fortes, afirmou que a irmã mais velha não cometeu crimes e pediu que a justiça seja feita com a mais nova. 

"Espero que a justiça seja feita com minha outra irmã que cometeu esse delito. 

*Estagiária do R7, sob supervisão de Ana Vinhas