Rio de Janeiro Operação da polícia tem 23 presos e um morto na Baixada Fluminense

Operação da polícia tem 23 presos e um morto na Baixada Fluminense

Ação tem como objetivo desarticular um grupo suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas e responsável por roubo de cargas em Duque de Caxias

Operação da Polícia Civil tem 23 presos e um morto na Baixada Fluminense

300 agentes participaram da operação Cerberus

300 agentes participaram da operação Cerberus

Reprodução/Record TV Rio

Uma operação da Polícia Civil contra suspeitos das comunidades de Parada Angélica, Rodrigues Alves e Santa Lúcia, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, teve 23 pessoas presas e uma morta em confronto, nesta sexta-feira (8).

DJ Rennan da Penha pode ser solto após decisão do STF

De acordo com as investigações da instituição, o grupo alvo da operação Cerberus é responsável por comandar o tráfico de drogas nas comunidades e o roubo de cargas na região.

Devido à localização da área dominada pela quadrilha ter estradas importantes, como a Rio-Teresópolis e o Arco Metropolitano, há um intenso tráfego de caminhões de carga. O entorno das comunidades também abriga depósitos de grandes lojas de departamento e de eletrodomésticos.

Além do roubo de cargas, os suspeitos também praticam roubo de veículos, estabelecimentos comerciais, transportes (ônibus e vans) e pedestres. Segundo a Polícia Civil, as ações criminosas tem como objetivo financiar o fortalecimento do grupo.

Jovem de 16 anos é baleada dentro de escola em Belford Roxo (RJ)

Em nota, a instituição informou que quatro delegacias e a Core (Coordenadoria de Recursos Especiais) enviaram cerca de 300 agentes para dar apoio à operação.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa