Rio de Janeiro Padrasto é preso por suspeita de estuprar enteada de 11 anos, que deu à luz na Baixada Fluminense

Padrasto é preso por suspeita de estuprar enteada de 11 anos, que deu à luz na Baixada Fluminense

Menina era mantida em cárcere privado em casa havia pelo menos dois anos, segundo as investigações da Delegacia da Mulher

  • Rio de Janeiro | Victor Tozo, do R7*, com Anabel Reis, da Record TV Rio

Criança não foi vista fora de casa durante dois anos

Criança não foi vista fora de casa durante dois anos

Pixabay

Uma menina de 11 anos deu à luz em casa, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, na última sexta-feira (15). O padrasto da criança foi preso por policiais da Deam (Delegacia de Atendimento à Mulher) do município neste domingo (17) por suspeita de estupro de vulnerável e cárcere privado.

A vítima foi levada até uma unidade de saúde da cidade por uma ambulância que foi acionada após complicações no parto. Funcionários mobilizaram a polícia por suspeitarem que a menina teria sido estuprada.

Aos agentes, a mãe e o padrasto da criança afirmaram que não sabiam que ela estava grávida e alegaram que ela havia sido violentada por um homem armado havia cerca de nove meses.

Padrasto foi preso por agentes da Deam de Caxias

Padrasto foi preso por agentes da Deam de Caxias

Record TV Rio

No entanto, após ouvir testemunhas, a polícia descobriu que a menina não deixava a casa onde morava havia pelo menos dois anos. O padrasto teve a prisão temporária decretada pelo plantão judiciário após ter se negado a fazer um teste de paternidade.

A mãe da criança é investigada por abandono intelectual, por ter impedido a menina de frequentar a escola. 

A criança e o recém-nascido estão internados em um hospital na Baixada Fluminense. De acordo com exames preliminares, ela tem marcas que seriam indícios dos abusos.

Segundo informações do hospital, ela apresenta bom quadro de saúde e está com a mãe, enquanto o bebê está estável na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Neonatal.  O caso está sendo acompanhado pelo Conselho Tutelar.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

Últimas