Rio de Janeiro PM instaura inquérito para investigar sumiço de 26 armas e munições de depósito em Niterói

PM instaura inquérito para investigar sumiço de 26 armas e munições de depósito em Niterói

Ausência de material foi constatada após inspeção em depósito

PM instaura inquérito para investigar sumiço de 26 armas e munições de depósito em Niterói

A PM vai investigar o desaparecimento de 26 armas e uma quantidade ainda não contabilizada de munições de depósito de material do CSM (Centro de Suprimento de Material) de Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro. De acordo com a corporação, o sumiço foi identificado pelo chefe da unidade, o tenente-coronel Marcos Vinícius da Silva Mello, após inspeção concluída na última segunda-feira (2).

Entre as armas desaparecidas estão 11 fuzis, três metralhadoras, três espingardas, três rifles, uma pistola e dois revólveres. Segundo a polícia, no dia 14 de janeiro, o comando da corporação determinou que todas as unidades fizessem uma auditoria nas cargas de material bélico — armas, munições letais e não letais — para atualizar o banco de dados do Sistema de Material Bélico.

Após o sumiço, o comando da PM determinou a instauração de um Inquérito Policial Militar, que será liderado pelo tenente-coronel Marcos Borges Silva, da CPP (Coordenadoria de Polícia Pacificadora).