Rio de Janeiro Polícia apura se traficante se vestiu de mulher para fugir do Jacarezinho

Polícia apura se traficante se vestiu de mulher para fugir do Jacarezinho

Suspeito é apontado como envolvido no assassinato do policial civil durante a operação que deixou outros 27 mortos

  • Rio de Janeiro | Do R7, com Record TV

A Polícia Civil apura informações sobre um dos chefes do tráfico de drogas no Jacarezinho, zona norte do Rio, ter se vestido de mulher para fugir do cerco policial na comunidade, no último dia 6, durante a operação que deixou 28 mortos.

Armas foram apreendidas durante ação no Jacarezinho

Armas foram apreendidas durante ação no Jacarezinho

Paulo Rubert/ Record TV

O criminoso é apontado como um dos envolvidos na morte do inspetor André Leonardo de Mello Frias, que morreu com um tiro na cabeça ao retirar uma barricada durante a ação.

No dia da operação, o Disque Denúncia disse ter recebido informações que mencionavam a fuga de criminosos do Jacarezinho para as comunidades do entorno e da mesma facção criminosa, além de invasão a casas de moradores por parte de traficantes. 

A operação é alvo de investigação do Ministério Público do Rio de Janeiro, que informou que vai acompanhar os desdobramentos. O caso ganhou repercussão internacional, e a ONU (Organização das Nações Unidas) também se pronunciou e cobrou uma investigação independente.

A Polícia Civil justificou a ação dizendo ter entrado no Jacarezinho para cumprir 21 mandados de prisão, sendo que três foram cumpridos e outros três alvos morreram. A polícia estaria atrás de um grupo acusado de aliciar menores para o tráfico, e disse ter enfrentado resistência no local.

Últimas