Rio de Janeiro Polícia Civil apreende 3 celulares em endereços ligados a Flordelis

Polícia Civil apreende 3 celulares em endereços ligados a Flordelis

Policiais da Divisão de Homicídios buscam apreender celulares, computadores e documentos relevantes que possam auxiliar as investigações

Flordelis

Policiais civis cumprem mandados nesta terça (17)

Policiais civis cumprem mandados nesta terça (17)

JOSE LUCENA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO 17.09.2019

A Polícia Civil fez uma operação nesta terça-feira (17) e apreendeu três celulares em um imóvel da deputada federal Flordelis. Os aparelhos eram da parlamentar e de duas netas suas. O Ministério Público deu apoio aos agentes.  As informações são da RecordTV Rio.

Leia mais: Pista principal do Santos Dumont será liberada no sábado (21)

Agentes da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí verificam a casa da parlamentar em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro, o apartamento funcional em Brasília, o gabinete dela no Rio de Janeiro e um imóvel da família em Jacarepaguá, na zona oeste da capital.

Agentes do Ministério Público participaram da ação

Agentes do Ministério Público participaram da ação

Reprodução / Record TV Rio

Os policiais buscaram apreender celulares, computadores e documentos relevantes que possam auxiliar nas investigações da morte do pastor Anderson do Carmo, marido da parlamentar.

Carmo foi morto no dia 16 de junho. Ele foi assassinado quando chegava em casa junto com sua esposa, a deputada Flordelis. Anderson chegou a ser socorrido para um hospital particular da região, mas não resistiu aos ferimentos. Dois filhos da parlamentar estão presos.

A delegacia que invstiga o caso intimou a deputada federal Flordelis a participar da reconstituição da morte do marido. Segundo a Polícia Civil, a reprodução simulada do caso está marcada para ocorrer no próximo sábado (21), às 21h.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa