Rio de Janeiro Polícia Civil realiza operação contra milícia na Baixada Fluminense

Polícia Civil realiza operação contra milícia na Baixada Fluminense

Grupo é investigado por mais de 20 homicídios no período de um ano. Crimes seriam motivados por uma disputa por pontos de mototáxi em Nova Iguaçu

Polícia Civil realiza operação contra milícia na Baixada Fluminense

Arma foi apreendida durante ação da Polícia Civil

Arma foi apreendida durante ação da Polícia Civil

Reprodução/Record TV Rio

A Polícia Civil realiza na manhã desta quarta-feira (9) uma operação contra uma milícia que atua em Austin, Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Duas pessoas foram presas em flagrante pelos agentes, que cumprem 43 mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao grupo paramilitar.

Vídeo mostra atirador disparando contra filha de bicheiro no Rio

Os investigados seriam responsáveis por, pelo menos, 20 homicídios no espaço de um ano, motivados pelas disputas por pontos de mototáxi na região de Austin. Segundo a Polícia Civil, o grupo paramilitar ainda praticaria extorsões em sua área de domínio.

Além das prisões, os 130 policiais envolvidos na operação apreenderam quatro armas. De acordo com o delegado da DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense) Moyses Santana, o armamento pode ajudar no confronto balístico, o que permitiria a denúncia dos suspeitos à Justiça.

“Nós fizemos um levantamento de aproximadamente 20 homicídios em um ano naquela região. Com as armas apreendidas, vamos realizar confrontos para poder imputar essas pessoas da organização criminosa por homicídio”, disse Moyses em entrevista à Record TV Rio.

Motorista suspeito de matar grávida tinha relacionamento com a vítima

Em nota, a Polícia Civil informou que a DH-Capital (Delegacia de Homicídios) e a DHNSGI (Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí) dão apoio à ação. Os agentes também buscam documentos que podem ajudar nas investigações contra o grupo.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Ingrid Alfaya