Rio de Janeiro Polícia Civil realiza operação contra violência à mulher na internet

Polícia Civil realiza operação contra violência à mulher na internet

Dpam (Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher) tenta cumprir nove mandados de busca e apreensão em três cidades do Estado do Rio de Janeiro

polícia civil realiza operação contra violência à mulher

Agentes estiveram em residências de suspeitos

Agentes estiveram em residências de suspeitos

Reprodução/RecordTV Rio

A Polícia Civil do Rio de Janeiro realiza nesta terça-feira (27) uma operação para reprimir crimes de violência contra a mulher na internet. Ao todo, são nove mandados de busca e apreensão em pelo menos quatro municípios do Estado: Belford Roxo e Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, Nova Friburgo, na região serrana, e em São Gonçalo, região metropolitana do Rio de Janeiro.

A Deam (Delegacia de Atendimento à Mulher) de Caxias tenta cumprir quatro mandados de busca e apreensão pelo crime de pornografia infantil e outro de extorsão, além de um mandado de  prisão pelo crime de estupro virtual.

As Deams de Nova Friburgo e São Gonçalo cumprem outros três mandados de busca e apreensão contra a circulação de pornografia infantil.

De acordo com informações da RecordTV, um dos investigados utilizava as fotos íntimas das vítimas como forma de chantagem. Ele ameaçava publicar as imagens na internet, caso a pessoa decidisse não enviar mais.

Esta operação da Polícia Civil por meio da Dpam (Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher) faz parte da campanha mundial "16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres", promovida pela ONU (Organização das Nações Unidas).

Tentativa de feminicídio cresce 18% no Rio

O crime de feminicídio, homicídio cometido por razões de gênero, cresceu 18,27% no Rio de Janeiro em 2018, segundo o ISP (Instituo de Segurança Pública). De janeiro a outubro deste ano, 246 casos foram registrados no Estado, enquanto, no mesmo período de 2017, ocorreram 208.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira