Rio de Janeiro Polícia faz ação contra gerentes de banco suspeitos de fraude no Rio

Polícia faz ação contra gerentes de banco suspeitos de fraude no Rio

Segundo investigações, funcionários de agências abriam contas falsas em nome de laranjas para o uso de cartões que concediam linhas de crédito

  • Rio de Janeiro | Lucas Ferreira, do R7*

Agentes

Agentes

Reprodução/Record TV Rio

A Polícia Civil realizou nesta quarta-feira (30) uma operação contra uma quadrilha suspeita de lavagem de dinheiro, falsificação de documentos e estelionato. De acordo com as investigações, dois gerentes de banco abriam contas em nome de laranjas para a confecção de cartões que concediam linhas de crédito para a compra de materiais de construção.

Justiça do Rio suspende regra que desprotege manguezais e restingas

O grupo teria movimentado, pelo menos, R$ 20 milhões desde 2014 utilizando contas ligadas a uma empresa de reciclagem. A quantia teria chamado a atenção dos órgãos controladores e gerou um RIF (Relatório de Inteligência Financeira) da Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras).

Os agentes da DGCOR-LD (Departamento-Geral de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro) cumpriram 15 mandados de busca e apreensão em diferentes pontos da capital fluminense.

Segundo o delegado responsável pela operação, Leonardo Borges, os agentes da Polícia Civil localizaram cartões em branco em alguns dos endereços investigados.

“Encontramos extratos bancários nas casas dos alvos, cartões em branco das agências que são objeto do nosso trabalho. É uma fase ainda inicial, mas estamos com um bom material para poder responsabilizar essas pessoas.”

Governo do Rio anuncia novo secretário de Defesa Civil

Em nota, a Polícia Civil informou que a operação Celulose tem como objetivo “arrecadar materiais e documento que possam auxiliar nas investigações e identificações de todos os integrantes do bando”. Não houve detidos durante as buscas.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas