Rio de Janeiro Polícia faz buscas na casa de Pezão em ação contra lavagem de dinheiro

Polícia faz buscas na casa de Pezão em ação contra lavagem de dinheiro

Operação Cerco investiga esquema que desviou R$ 925 mil e fraudes em pregões eletrônicos realizados para compra de resmas de papel no Estado

Ação cumpre quatro mandados de prisão

Ação cumpre quatro mandados de prisão

Reprodução

 A Polícia Civil e o MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) fazem uma operação, na manhã desta sexta-feira (29) para cumprir quatro mandados de prisão e 26 de busca e apreensão contra envolvidos e um esquema de fraudes em licitações para o Arco Metropolitano. Entre os alvos da busca, está o ex-governador Luiz Fernando Pezão, que cumpre prisão domiciliar em Barra do Piraí, no norte do estado.

Furna da Onça: deputados afastados retomam mandatos na Alerj

De acordo com a polícia, a CGE (Controladoria Geral do Estado) detectou uma fraude que movimentou R$ 925 mil, transferido de empresas escolhidas para conta do principal investigado. A ação é desdobramento da Operação La Casa de Papel, que apurou fraudes em pregões eletrônicos realizados para aquisição de resmas de papel para órgãos do estado.

Outro alvo da ação é o ex-deputado estadual Carlos Alberto Lavrado Cupello, o Tio Carlos. A Justiça determinou bloqueio nas contas bancárias dos investigados e suas empresas, no valor total de até R$ 241 milhões. Também foi pedida a quebra dos sigilos bancário e fiscal, além do depoimento imediato e simultâneo dos investigados.

Os mandados foram expedidos pela Vara Especializada de Combate ao Crime Organizado do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

Últimas