Rio de Janeiro Polícia Federal prende belga procurado pela Interpol no Rio

Polícia Federal prende belga procurado pela Interpol no Rio

Homem, de 32 anos, foi preso por crimes de furto, roubo e incêndio de talões de pensão praticados na Bélgica. Suspeito estava no Brasil desde março

Agentes realizaram prisão em São Conrado, zona sul

Agentes realizaram prisão em São Conrado, zona sul

Marcelo Camargo / Arquivo Agência Brasil

A Polícia Federal prendeu na manhã desta terça-feira (7) um suspeito com nacionalidade belga e possivelmente marroquina que era procurado pela Interpol, em São Conrado, zona sul do Rio de Janeiro. O homem, de 32 anos, estava na lista de Difusão Vermelha da instituição mundial.

RJ tem maior número de mortes de infectados que não são idosos

De acordo com a Polícia Federal, a comunidade internacional procura o belga pelos crimes de furto, roubo e incêndio de talões de pensão nos anos de 2006, 2009, 2010 e 2013. O mandado foi expedido pela Justiça da Bélgica em janeiro de 2018.

O suspeito chegou ao Brasil no último dia 13 de março e teve o mandado de prisão preventiva para fins de extradição assinado na segunda-feira (6) pelo Ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Roberto Barroso.

Em nota, a Polícia Federal não informou se há uma data para o suspeito ser deportado para a Europa. Ao retornar a Bélgica, o homem será julgado pela justiça local.

Escolas de samba do Rio ajudam na produção de capotes descartáveis

Difusão Vermelha

A Difusão Vermelha é uma lista em que os países integrantes da Interpol divulgam o nome de foragidos com objetivo final da extradição do suspeito para o país no qual tramitam as investigações ou processos.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas