Rio de Janeiro Polícia identifica suspeitos de matar contraventor no Rio

Polícia identifica suspeitos de matar contraventor no Rio

Os agentes apreenderam quatro fuzis que teriam sido usados na execução do bicheiro Fernando Iggnácio, no último dia 10

  • Rio de Janeiro | Ana Beatriz Araújo, do R7*

Arma utilizada no crime foi encontrada

Arma utilizada no crime foi encontrada

Record TV Rio

A Polícia Civil identificou ao menos quatro suspeitos de participação na execução do contraventor Fernando Iggnácio, no último dia 10.

Mais cedo, havia a informação de que três deles haviam sido detidos pela Divisão de Homicídios. No entanto, por volta de 16h, os responsáveis pela investigação não confirmaram as prisões.

A Polícia Civil já sabe que um policial militar da ativa está entre os suspeitos. Ele ainda não foi localizado pelos agentes. 

Fernando Iggácio foi morto a tiros no estacionamento de um heliponto no Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste do Rio, enquanto retornava de uma viagem em Angra dos Reis, na Costa Verde. A suspeita é que os criminosos estavam escondidos num matagal próximo e atingiram a vítima na cabeça.

Homem é preso por matar cunhado com chave de fenda no Rio

Os quatro fuzis que teriam sido utilizados na emboscada também foram apreendidos, sendo um FAL 7,62, um 5,56 e duas AK-47. No confronto balístico ficou comprovado que a arma utilizada no crime foi uma das AKs.

Fernando Iggnácio era genro do famoso contraventor Castor de Andrade, morto em 1997. Ele já havia sido alvo de investigações relacionadas a homicídios e contra a máfia dos caça-níqueis.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas