Rio de Janeiro Polícia investiga agressão de supostos 'justiceiros' flagrada em vídeo em Copacabana

Polícia investiga agressão de supostos 'justiceiros' flagrada em vídeo em Copacabana

Investigadores tentam identificar envolvidos no caso e na atuação de grupos que se articulam para caçar criminosos nas ruas

  • Rio de Janeiro | Do R7, com Record Rio

Vídeo registrou agressão em Copacabana

Vídeo registrou agressão em Copacabana

Record Rio

A Polícia Civil investiga uma "sessão de espancamento" cometida por supostos "justiceiros" em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro, na terça-feira (5). Um jovem aparece nas imagens cercado por ao menos quatro homens. A agressão, na rua Djalma Urich, foi gravada em vídeo. 

A vítima esteve na 13ª DP (Ipanema), segundo a polícia, e foi ouvida e encaminhada para exame de corpo de delito. 

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Os investigadores tentam não somente identificar os envolvidos nesse caso como também na atuação desses grupos, que se articularam para "caçar" criminosos nas ruas e fazer justiça com as próprias mãos.

A informação sobre os "justiceiros" começou a circular após casos de agressão em assaltos no bairro, como o do idoso atingido por um soco, que caiu descordado, no último domingo (3). 

A PM, por meio de nota, reforçou que essa não é a forma de resolver crimes e pediu à população que confie nos órgãos de segurança pública e colabore com suas ações.

RJ anuncia mudança de policiamento no bairro

Mudanças no policiamento de Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro, foram anunciadas nesta quarta-feira (6), após os recentes casos de agressão e da investigação sobre a suposta atuação de um grupo de "justiceiros" no bairro.

Uma reunião para tratar da Operação Verão decidiu uma nova distribuição do policiamento e a intensificação das abordagens, além de um corredor de segurança, no fim da tarde.

"A novidade consiste na distribuição de viaturas baseadas ao longo da avenida Nossa Senhora de Copacabana, das 18h às 23h. Em seguida, o corredor será reposicionado ao longo da avenida Atlântica para melhorar a segurança de moradores e turistas que frequentam o calçadão e os quiosques", ressaltou um trecho da nota divulgada pelo governo do estado.

Participaram do encontro representantes da Polícia Militar, da Secretaria de Governo do Estado e da Secretaria de Ordem Pública da Prefeitura do Rio, no quartel-general da PM.

Últimas