Rio de Janeiro Polícia investiga morte de bancária após procedimento estético

Polícia investiga morte de bancária após procedimento estético

Lilian Calixto veio de Cuiabá, no Mato Grosso, para realizar uma intervenção cirúrgica nos glúteos; intervenção foi realizada em um apartamento na Barra

Morte procedimento

Lilian morreu após procedimento estético

Lilian morreu após procedimento estético

Reprodução / Record TV Rio

A bancária Lilian Calixto, de 46 anos, morreu após se submeter a um procedimento estético em um apartamento na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. De acordo com a família, Lilian veio de Cuiabá, no Mato Grosso, para realizar uma intervenção cirúrgica nos glúteos. 

Após o procedimento, Lilian passou mal e foi encaminhada para o hospital Barra D'Or. Segundo a unidade de saúde, no último sábado (14), às 23h, a bancária deu entrada na emergência com quadro grave e morreu horas depois. 

De acordo com o enteado da vítima, o material utilizado no procedimento era parecido com um plástico e é usado para realizar preenchimentos corporais e faciais. 

Em nota, o CREMERJ (Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro) informou que abriu uma sindicância para apurar o caso. Ainda segundo o órgão, a investigação corre em sigilo. 

O caso está sendo investigado pela 16ª DP (Barra da Tijuca).

* Estagiária do R7, sob supervisão de Celso Fonseca