Prefeitura do Rio libera reabertura de salões de beleza em shoppings

Segundo Crivella, Vigilância tem comitê que fiscaliza centros comerciais e pode controlar o cumprimento das regras; salões de rua continuam fechados

Salões só poderão fazer corte e serviços de pés e mãos

Salões só poderão fazer corte e serviços de pés e mãos

Fernando Moreno/Agif - Agência de Fotografia/Estadão Conteúdo – 13.05.2020

O prefeito Marcelo Crivella anunciou nesta segunda-feira (22) que os salões de beleza que estão dentro dos shoppings vão poder reabrir a partir de hoje. Entretanto, os locais vão ter que seguir as regras sanitárias impostas para os centros comerciais e só vão poder fazer cortes, e realizar serviços de manicure e pedicure.

Estudo aponta 40 mil infectados em comunidade da zona oeste do Rio

De acordo com a prefeitura, a reabertura parcial desse serviço, prevista para a terceira fase, foi antecipada porque a Vigilância Sanitária tem um comitê que fiscaliza os shoppings da cidade. A abertura dos salões de rua ainda segue o cronograma original.

Os estabelecimentos que estiverem abertos só vão poder atender 50% da capacidade e todos os funcionários devem receber EPIs (equipamentos de proteção individual), além de uniforme, que deve ser usado apenas dentro do salão.

Também deve ser reforçada a higienização dos ambientes comuns e dos utensílios compartilhados. A recepção deve ficar fechada e não pode haver socialização após a finalização do serviço.