Rio de Janeiro Quarto suspeito da morte de policial federal é preso no Rio

Quarto suspeito da morte de policial federal é preso no Rio

PF já havia prendido três milicianos envolvidos na morte de Ronaldo Heeren; suspeito detido hoje teria avisado aos comparsas sobre chegada do policial

  • Rio de Janeiro | Ana Beatriz Araújo, do R7*

Foram encontradas com o suspeito armas e uma roupa camuflada

Foram encontradas com o suspeito armas e uma roupa camuflada

Divulgação/Polícia Federal

Um homem foi preso na manhã desta terça-feira (3) suspeito de envolvimento na morte do policial federal Ronaldo Heeren. O acusado teria avistado a viatura, que estava descaracterizada, e avisado a comparsas sobre a presença do agente na comunidade do Rola, em Santa Cruz, zona oeste do Rio.

De acordo com a polícia, o suspeito foi preso em flagrante com um fuzil, uma pistola e uma roupa camuflada. Contra ele já havia um mandado de prisão por roubo.

Em fevereiro, três milicianos já haviam sido detidos em Sepetiba, na zona oeste, apontados como participantes da morte de Heeren. A Polícia Federal acredita que os acusados conhecidos como Léo do Rodo, Di Vaca e Dejavan são os autores dos disparos que mataram o agente. Foram encontradas duas pistolas com os suspeitos.

Ainda segundo a polícia, com a prisão do trio, todos os envolvidos na morte de Ronaldo Heeren foram capturados.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas