Rio de Janeiro "Rei Arthur" é alvo de nova ordem de prisão da Justiça do Rio

"Rei Arthur" é alvo de nova ordem de prisão da Justiça do Rio

Foragido desde 2017, empresário Arthur Soares é apontado como "fundamental" no esquema de Mário Peixoto, preso na Operação Favorito

  • Rio de Janeiro | Raíza Chaves, do R7*

Empresário está foragido da Justiça do Rio

Empresário está foragido da Justiça do Rio

Record TV

A Justiça do Rio expediu um novo mandado de prisão contra o empresário Arthur Soares, mais conhecido como "Rei Arthur", por envolvimento no esquema de corrupção liderado por Mário Peixoto, preso na Operação Favorito, que apura desvios na Saúde do Rio. 

Na decisão da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, Arthur Soares é apontado com "participação fundamental" nos negócios ilícitos do também empresário Mário Peixoto ao financiar e intermediar a aquisição de dois apartamentos em Miami, nos Estados Unidos.

De acordo com as investigações, Arthur trocou mensagens eletrônicas com Peixoto, em abril de 2019, para indicar em qual conta o empréstimo deveria ser quitado.

A decisão do juiz federal Marcelo Bretas apontou que "não há qualquer dúvida da necessidade da prisão preventiva, uma vez que [Arthur Soares] encontra-se foragido".

No mesmo documento, Bretas determina a prisão do filho de Mário Peixoto, além da inclusão de Arthur Soares na rede de disfusão vermelha da Interpol. 

O Ministério Público Federal já havia determinado a prisão do empresário Arthur Soares em 2017 em processos da Lava Jato no Rio

Em outubro de 2019,  Arthur Soares chegou a ser detido nos Estados Unidos por cerca de dez horas devido a problemas na documentação. No entanto, a defesa agiu rápidamente e Soares foi solto.

*Sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas