Rio de Janeiro Rio: após STF proibir operações, PM morre durante ação em comunidade

Rio: após STF proibir operações, PM morre durante ação em comunidade

Corporação afirmou que a operação foi previamente planejada e foram adotadas medidas previstas na decisão da Justiça 

  • Rio de Janeiro | Vinícius Andrade, do R7*

 PMs retiraram barricadas no Complexo da Serrinha

PMs retiraram barricadas no Complexo da Serrinha

Reprodução

Após o STF (Supremo Tribunal Federal) proibir operações em favelas no Rio, durante a pandemia, um intenso tiroteio aconteceu na manhã desta quinta-feira (18) durante uma ação da Polícia Militar e terminou com um agente morto no Complexo da Serrinha, em Madureira, zona norte do Rio.

Leia também: PF aponta desvio de R$ 17 milhões na compra e venda de petróleo

No entanto, a PM disse em nota, que a operação foi previamente planejada e foram adotadas medidas previstas na decisão da Justiça.

Ainda segundo a corporação, agentes do 9ºBPM (Rocha Miranda) faziam uma ação no local para retirar obstáculos nas vias de acesso às comunidades quando foram surpreendidos por criminosos.

No confronto, o tenente Cleiton da Costa Sales foi baleado e em seguida foi levado para o Hospital Estadual Carlos Chagas, na Ilha do Governador, zona norte da cidade, mas não resistiu aos ferimentos.

Os policiais continuaram no local após o tiroteio para finalizarem a remoção das barricadas. O Corpo de bombeiros não foi acionado para nenhuma ocorrência em via pública.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas