Rio de Janeiro Rio: moradora da Rocinha morre com sintomas do novo coronavírus

Rio: moradora da Rocinha morre com sintomas do novo coronavírus

Maria Lúcia Santana, de 70 anos, apresentava febre, dores no corpo e tosse seca. Morte será investigada e, se confirmada, será a primeira em uma favela

  • Rio de Janeiro | Lucas Ferreira, do R7*, com Record TV Rio

Faixa foi estendida na entrada da Rocinha e em ruas da comunidade

Faixa foi estendida na entrada da Rocinha e em ruas da comunidade

Reprodução/Record TV Rio

A morte de uma moradora da Rocinha, comunidade da zona sul do Rio de Janeiro, está sendo investigada como suspeita do novo coronavírus. Maria Lúcia Santana, de 70 anos, apresentou sintomas similares aos causados pela covid-19, como febre, dores no corpo e tosse seca.

Justiça libera funcionamento de igrejas e casas lotéricas

Maria Lúcia chegou à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Rocinha e foi colocada no nebulizador pelos médicos da unidade. Após uma piora do quadro, a idosa precisou de um ventilador mecânico, mas não resistiu às complicações respiratórias.

Amostras de Maria Lúcia foram recolhidas e, caso seja confirmado, a idosa será a primeira vítima do novo coronavírus em uma favela carioca. De acordo com a Prefeitura do Rio de Janeiro, não há casos confirmados da doença na Rocinha.

Na última segunda-feira (30), agentes de saúde da SMS-Rio (Secretaria Municipal de Saúde) estenderam faixas na Rocinha para conscientização dos moradores da comunidade sobre a importância de permanecer em casa durante a quarentena.

Ainda segundo o poder executivo municipal, apenas as favelas da Cidade de Deus, na zona oeste, e Vidigal, na zona sul, possuem casos confirmados da covid-19. Lideram o número de casos confirmados no município os bairros da Barra da Tijuca (80), na zona oeste, e Leblon (57), na zona sul.

Coronavírus: RJ lança painel que mostra evolução de casos

O último boletim da SES-RJ (Secretaria de Estado de Saúde), divulgado na última terça-feira (31), 708 casos do novo coronavírus, sendo 23 mortes confirmadas e outras 48 mortes sendo investigadas.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas