Rio de Janeiro Rio: técnica de enfermagem morre baleada durante assalto em trem

Rio: técnica de enfermagem morre baleada durante assalto em trem

Jéssica dos Santos Souza, de 25 anos, foi atingida após PM à paisana reagir a abordagem; jovem chegou morta no hospital

  • Rio de Janeiro | Rafael Nascimento, do R7 *

Uma técnica de enfermagem, identificada como Jéssica dos Santos Souza, de 25 anos, foi baleada durante uma tentativa de assalto em um vagão do trem, na altura da estação de Sampaio, zona norte do Rio, no último domingo (4).  A jovem foi levada para o Hospital Salgado Filho, na zona norte, mas chegou sem vida ao local. 

Jéssica sonhava em ingressar na área da saúde da Marinha

Jéssica sonhava em ingressar na área da saúde da Marinha

Arquivo pessoal

A profissional de saúde estava a caminho do trabalho e teria pego o trem em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, com destino à Tijuca, na zona norte do Rio. Ela havia se formado em dezembro do ano passado e trabalhava como cuidadora de idosos. Jéssica sonhava em ingressar na área da saúde da Marinha.

Segundo a Polícia, um PM teria reagido à tentativa de roubo, o que deu início ao tiroteio dentro do vagão. Jéssica acabou baleada na altura do peito. Um outro passageiro também foi ferido de raspão e dispensou o atendimento do Corpo de Bombeiros.

Na troca de tiros, dois criminosos foram baleados. Um deles foi levado para o Hospital Souza Aguiar, no centro do Rio e não resistiu aos ferimentos. O outro foi levado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Engenho Novo, na zona norte. Outros dois bandidos fugiram do local do crime. Com os assaltantes foi apreendido um revólver calibre 38. 

Em nota, a SuperVia, empresa responsável pela operação do serviço de trens urbanos no Rio de Janeiro, lamentou o ocorrido e informou que acionou o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para o atendimento de Jéssica. A empresa sinalizou também que, de acordo com o contrato de concessão, a segurança pública nos trens e estações é de responsabilidade do Governo do Estado. Os agentes da Supervia não têm poder de polícia.

Justiça suspende volta das aulas presenciais na cidade do Rio

O enterro de Jéssica será no Cemitério Municipal de Nova Iguaçu, nesta segunda-feira (5), às 17h. A delegacia de homicídios da capital instaurou inquérito para apurar a morte da jovem.

* Estagiário do R7 sob supervisão de PH Rosa

Últimas