RJ: jovem é morto ao defender tia de agressões de companheiro

Mateus da Silva Oliveira foi esfaqueado nas costas. Vizinhos lincharam o suspeito, que foi levado para o hospital com traumatismo craniano

Mateus tinha 22 anos e sonhava em ser policial

Mateus tinha 22 anos e sonhava em ser policial

Reprodução/Redes Sociais

Um jovem de 22 anos foi morto no último domingo (6) após tentar defender a tia das agressões de seu companheiro, no Jardim Santa Eugênia, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Segundo amigos, o rapaz foi golpeado com uma faca nas costas.

Suspeitos de envolvimento com milícia são presos em festa no Rio

Mateus da Silva Oliveira chegava na casa da tia quando viu as agressões e tentou intervir. O jovem foi socorrido ao Hospital Geral de Nova Iguaçu, no bairro da Posse, mas não resistiu aos ferimentos.

Após saberem do caso, moradores do bairro lincharam o agressor de 43 anos. Também encaminhado para o Hospital Geral de Nova Iguaçu, o suspeito chegou à unidade de saúde em estado grave com traumatismo craniano e perfurações feitas por arma branca.

De acordo com amigos de Matheus, o jovem trabalhou desde o início da adolescência, sonhava em ser policial militar e estudava para os concursos da corporação.

RJ: Polícia Militar prende chefe do tráfico em praia na zona oeste

“O coração dele era puro. Se você errasse, ele te perdoaria e no outro dia estaria junto. Não se esperava falsidade dele. Era um moleque calmo, gostava de sair com a gente, era trabalhador”, diz Caio, amigo do jovem.

As investigações da morte de Matheus serão conduzidas pela DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense).

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa