Rio de Janeiro RJ registra assassinatos de três mulheres em 24 horas 

RJ registra assassinatos de três mulheres em 24 horas 

Segundo dados do ISP, foram registrados 57 crimes de feminicídio nos primeiros seis meses do ano de 2022 

  • Rio de Janeiro | Gabriel Pieroni*, do R7, com Filipe Figueira, da Record TV Rio

Mulheres foram mortas na última terça-feira (26)

Mulheres foram mortas na última terça-feira (26)

Reprodução/Record TV Rio

Ao menos três mulheres foram mortas na região metropolitana do Rio na terça-feira (26). Em um dos casos, uma vítima foi morta pelo ex-companheiro que disparou mais 16 tiros contra ela. Os dados mostram que os número de feminicídio cresceram cerca de 18% nos seis primeiros meses  do ano deste em ano em comparação com 2021. 

Em Maricá, na região metropolitana, Yzabelli Cristina Souza, de 18 anos, foi encontrada morta após uma semana desaparecida. Com sinais de abuso sexual, o corpo da jovem foi achado em um matagal por trabalhadores de uma obra, que viram roupas penduradas em uma árvore. A DHNSG (Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí) investiga o caso.

Em outro caso, Letícia Dias, de 27 anos, morreu após ter sido atacada com golpes de faca, em Niterói. Segundo a família, o principal suspeito pelo crime é o ex-marido da vítima. Letícia tinha ido buscar os filhos na casa do ex-companheiro. Após o crime, o suspeito fugiu.

Na Lapa, na região central do Rio, Sarah Pereira, de 24 anos, foi morta a tiros pelo ex-companheiro dentro de casa, no cômodo ao lado de onde estavam os filhos. O homem disparou 16 vezes contra a vítima. Horas após o crime, ele foi preso por agentes de segurança em Santa Teresa.  Segundo a polícia, o suspeito tem uma ficha criminal com 47 passagens pela polícia, incluindo uma anotação por homicídio, e oito mandados de prisão em aberto.

Somente nos seis primeiros meses deste ano, 57 casos de feminicídio foram registrados no estado do Rio, segundo dados do ISP (Instituto de Segurança Pública). No mesmo período do ano passado, foram 48 casos. 

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas