Rio de Janeiro Rodoviários do RJ anunciam paralisação a partir de segunda (29)

Rodoviários do RJ anunciam paralisação a partir de segunda (29)

Trabalhadores da categoria realizaram reunião com empresários e prefeitura nesta quinta, que terminou sem acordo entre as partes

Motoristas de ônibus irão parar a partir de segunda

Motoristas de ônibus irão parar a partir de segunda

Divulgação

O Sindicato dos Rodovíarios do Rio de Janeiro anunciou, nesta quinta-feira (25), após uma audiência que terminou sem acordo no TRT (Tribunal Regional do Trabalho), a paralisação de motoristas e cobradores de ônibus a partir da próxima segunda (29).

Segundo o presidente do sindicato, Sebastião José, não houve acordo no encontro de negociação ocorrido entre representantes e empresários do setor e a prefeitura: "Infelizmente, os empresários e a prefeitura foram insensíveis em relação a atual situação da categoria.”

Uma assembleia para deliberar sobre a paralisação está marcada para o próximo domingo (28), às 20h, na sede do sindicato, em Rocha Miranda, na zona norte do Rio. 

José afirmou que a categoria irá parar por tempo indeterminado: “Já notificamos os órgãos competentes na ata da audiência de hoje, nossa assembleia e a paralisação da categoria a partir de 0h de segunda-feira. Não dá mais para a categoria pagar a conta da total desorganização no transporte de passageiros na cidade.”

De acordo com o presidente, os rodoviários estão há dois anos sem receber reajuste salarial. Além disso, os trabalhadores reclamam das condições de subemprego, salários achatados e falta de benefícios como plano de saúde, cesta básica e ticket alimentação. Nesta semana, duas assembleias foram realizadas na última terça (23) para votar a paralisação.

Em carta aberta divulgada nesta quarta (24), o sindicato anunciou que havia entrado em estado de greve no dia anterior, destacando as reivindicações da classe, que incluem o reajuste dos pagamentos e da cesta básica de acordo com a inflação, além da recontratação de profissionais que foram demitidos sob promessa de serem readmitidos, o que não aconteceu. 

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas