Sargento é o 10º policial militar morto no Estado do RJ em 2020 

Sidinei Moreira, de 41 anos, foi baleado na cabeça na Barra da Tijuca. A arma do PM foi levada por criminosos, que conseguiram fugir

PM foi morto na Barra da Tijuca

PM foi morto na Barra da Tijuca

Portal dos Procurados

Um sargento da Polícia Militar foi morto com um tiro na cabeça na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, após sair do serviço na noite de sexta-feira (14). As circunstâncias do crime são investigadas pela Delegacia de Homicídios. Sidinei Moreira, de 41 anos, é o 10º PM assassinado no Estado do Rio neste ano. 

Miliciano suspeito de participação em morte de policial federal é preso

Testemunhas disseram que o policial estava em uma motocicleta quando foi abordado por criminosos na avenida Ayrton Senna. O agente foi baleado na altura do capacete numa suposta tentativa de assalto. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local. 

Segundo informações da PM, a arma de Sidinei não foi encontrada com ele. A perícia achou apenas o coldre vazio próximo ao corpo do policial. 

Até o momento, nenhum suspeito de participação no crime foi identificado ou localizado. O Disque Denúncia oferece R$ 5 mil por informações que ajudem a prender os envolvidos no assassinato. 

O sargento Sidnei Moreira trabalhava no BPVE (Batalhão de Policiamento em Vias Expressas) e estava na corporação desde 2001. Ele deixou um filho. 

Mortes de agentes de segurança

Com morte do PM Sidnei, chegou a 13 o número de agentes de segurança assassinados no Rio em 2020. Foram 10 profissionais da Policia Militar, um da Policia Federal, um do Corpo de Bombeiros e outro da Marinha, segundo levantamento do Portal dos Procurados.