Rio de Janeiro Segurança é morto ao tentar impedir assalto no centro do Rio

Segurança é morto ao tentar impedir assalto no centro do Rio

PM reformado Dirley Cordeiro, de 76 anos, foi atingido por ao menos dois tiros; câmeras de segurança mostram quatro suspeitos na cena do crime

Segurança é morto após tentar impedir assalto no centro do Rio

Reprodução/Record TV Rio

Um segurança foi morto na última quinta-feira (14) ao tentar impedir um assalto na rua Buenos Aires, no centro do Rio de Janeiro. Dirley Cordeio, de 76 anos, foi atingido por, ao menos, dois tiros.

Jovem que esfaqueou colega em escola do Rio queria se matar

Imagens da câmera de segurança da rua mostram Dirley tentando entrar em um prédio, quando é surpreendido por dois assaltantes, que atiram na vítima e fogem em uma motocicleta.

Em seguida, outro suspeito, com uma arma na mão, pega o revólver de Dirley no chão e escapa em outra moto do local.

A vítima, um sargento reformado da Polícia Militar, foi socorrida ao Hospital Municipal Souza Aguiar, próximo ao local do crime, mas não resistiu aos ferimentos.

O Disque Denúncia está oferecendo uma recompensa de R$ 5 mil para quem souber informações sobre o paradeiro de algum dos suspeitos envolvidos na morte do sargento reformado.

Leia: Suspeito é preso com conteúdo de pedofilia em Macaé (RJ)

O corpo de Dirley será enterrado na tarde desta sexta-feira (15) no cemitério Parque da Paz, em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro.

A DH-Capital (Delegacia de Homicídios) ficará responsável pelas investigações da morte de Dirley, que entrou na Polícia Militar em 1967 e estava aposentado há 20 anos.

*Estagiário do R7, sob supervisão de