Rio de Janeiro UFRJ abre sindicância para apurar possíveis fraudes em provas

UFRJ abre sindicância para apurar possíveis fraudes em provas

Comissão deverá ser formada ainda nesta semana e, caso sejam confirmada as irregularidades, serão aplicas sanções já previstas e regulamentadas

Sindicância vai verificar fraudes em provas

Sindicância vai verificar fraudes em provas

Divulgação/ UFRJ

A reitoria da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e a Decania do CCMN (Centro de Ciências Matemáticas e da Natureza) emitiram, nesta segunda-feira (28), uma nota em que afirmam que será aberta uma sindicância para apurar possíveis fraudes em provas de disciplinas do CCMN durante o período letivo excepcional.

Leia também: Rio: processo contra ex-secretário de educação vai à 1ª instância

A comissão deverá ser formada ainda nesta semana e terá 30 dias, a partir da data de criação, para emitir um parecer e enviar o relatório à reitoria da universidade.

Caso sejam confirmadas as irregularidades serão aplicas sanções já previstas e regulamentadas pelos superiores da UFRJ.

Leia também: Seis deputados se candidatam ao tribunal que julgará Witzel

Se houver envolvimento de pessoas de fora da universidade providência cabíveis serão tomadas, de acordo com a legislação vigente.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

Últimas