São Paulo Agente penal é baleado no peito durante roubo a moto em SP

Agente penal é baleado no peito durante roubo a moto em SP

Vítima está internada e não corre risco de morrer. Dupla fugiu levando veículo do policial no Jaraguá, na zona norte

  • São Paulo | Letícia Assis, da Agência Record

Agente penal deixou a namorada em casa quando foi abordado por dois suspeitos

Agente penal deixou a namorada em casa quando foi abordado por dois suspeitos

Reprodução / Record TV

Um agente penal foi baleado durante um assalto na rua Felicíssimo de Souza, na Vila Jaraguá, zona norte de São Paulo, por volta das 21h desta sexta-feira (22). A vítima havia acabado de deixar a namorada em casa quando foi abordada.

De acordo com a Record TV, o agente foi seguido por dois criminosos, que aproveitaram o momento de distração para realizar o assalto. O objetivo dos suspeitos era roubar a moto da vítima, uma Honda Hornet de 600 cilindradas.

Após anunciarem o crime, o agente tentou sacar a arma para atirar contra os homens, mas foi baleado por um dos suspeitos que percebeu a ação. O tiro atingiu o peito da vítima. A bala transfixou o corpo e saiu pelas costas.

Em seguida, os criminosos subiram na moto do agente e fugiram do local levando o veículo. Baleado, ele correu na direção oposta e pediu ajuda a uma vizinha que estava na porta de casa, a poucos metros.

A mulher contou que estava na residência quando ouviu os disparos. Ao perceber a vítima baleada, acionou o resgate. Equipes médicas se deslocaram rapidamente ao local e encaminharam o agente penal a um hospital da região. A vítima não corre risco de morrer.

Violência

Os moradores do bairro também relataram a crescente onda de crimes na região. De acordo com Raimundo, que mora a mais de 25 anos no Jaraguá, nas últimas semanas houve um aumento nos casos de furtos.

Um segundo vizinho, que não quis se identificar, também afirmou que, cerca de dois dias antes, uma outra moto foi roubada próximo ao local.

Equipes do 49° Batalhão de Polícia Militar foram acionadas para prestar apoio na ocorrência. Até o momento, ninguém foi detido. O caso foi apresentado no 33º Distrito Policial, na Vila Mangalot.

Últimas